CRC SP Online
Carreira
 

Teste de Inteligência Emocional

1. Entre duas ofertas de trabalho, tendo a aceitar a que me garante um cargo que domino a outro completamente diferente de tudo o que já fiz na vida.
a)concorda  b)mais ou menos/não sei  c) discorda  

2. Fico irritada quando alguém me interrompe, principalmente se estou envolvida com alguma atividade que me dá prazer.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

3. A intuição não é uma boa conselheira para resolver meus problemas no escritório.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

4. Quando tomo uma atitude que não surte o efeito esperado, abandono-a e logo parto para outra.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

5. Levo até o fim cada projeto que inicio, mesmo sofrendo várias frustrações no meio do caminho.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

6. Prefiro trabalhar em grupo do que sozinha.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

7. Detesto correr riscos.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

8. Gosto de realizar trabalhos em que posso influenciar os outros. Em outras palavras, liderança é uma das minhas qualidades.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

9. Tenho vários objetivos pessoais e profissionais e estou sempre motivada a concretizá-los. Obstáculos e falta de apoio não me desanimam.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

10. Freqüentemente, meus colegas de trabalho e meus amigos me procuram para contar como se sentem e dividir os seus segredos.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

11. Eles me acham uma colega agradável, sociável e bem-humorada.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

12. Quando discuto feio com um colega ou com o chefe, fico tão nervosa que acabo dizendo coisas das quais me arrependo segundos depois.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

13. Se uma colega está descontrolada, chorando ou reagindo com agressividade, normalmente encontro uma forma de acalmá-la.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

14. Estou sempre refletindo sobre as minhas metas de vida e sinto que venho crescendo como pessoa e como profissional.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

15. Ultimamente, tenho esquecido datas importantes, como o aniversário de amigos.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

16. Com freqüência, os fins de semana e feriados me deixam ansiosa. O trabalho me absorve tanto que fico pensando nas muitas coisas que vou precisar fazer na segunda-feira.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

17. Quando qualquer coisa dá errado (numa viagem a negócios ou num novo projeto, por exemplo), me sinto responsável de alguma maneira, mesmo sabendo que não sou.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

18. Acredito que, no decorrer da vida, as pessoas aprendem com os erros e são capazes de mudar seus pensamentos e suas atitudes.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

19. Se estou numa função ou num emprego que não é exatamente o que desejo da vida, mesmo assim procuro realizar um bom trabalho.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

20. Estou sempre aberta a ajudar meus colegas, repartir tarefas ou, ao contrário, assumir mais responsabilidades no trabalho, independentemente de ter um aumento ou uma promoção.
a) concorda  b) mais ou menos/não sei  c) discorda  

Pontuação instantânea:

Confira, abaixo, o resultado.

BAIXA inteligência emocional - até 49 pontos

Obter essa pontuação não significa que sua sentença foi assinada, que está fadado ao insucesso na profissão. Experimente fazer uma viagem mental por sua história de vida. Você perceberá que, como outras pessoas, foi ganhador e perdedor em várias situações. A diferença está na forma como vem reagindo às dificuldades. Enquanto alguns vêem os obstáculos como um desafio a ser vencido, você costuma se apavorar e tem medo de não conseguir ultrapassá-los. Talvez recuse um emprego em outro Estado porque teme mudar sua rotina, por exemplo.

Pronto para desenvolver o seu problema? Use, então, a técnica do vôo de helicóptero: sobrevoe a área. Verifique a topografia dos fatos que marcaram sua vida e perceba quantas vezes foi inábil ao expressar seus sentimentos, exagerando na dose. Avalie também seu nível de pessimismo. Em alta, significa que construiu paradigmas (se acha burro, incompetente...) que precisam ser quebrados - e só você pode fazê-lo. Mais: ficar magoado, triste, é natural, mas remoer esse e outros sentimentos negativos significa desperdiçar a energia que poderia canalizar positivamente para seus contatos sociais, suas metas profissionais.

Por último, explore o medo de uma forma construtiva, como um instrumento de ponderação, e não como um bloqueador das suas iniciativas. É errando e aprendendo que conseguimos encontrar formas mais prazerosas e gratificantes de viver nossas emoções.

MÉDIA inteligência emocional - de 50 a 79 pontos

A forma como se vê e como se relaciona com os outros pode melhorar se conseguir controlar a ansiedade e a impulsividade. Não é porque seu superior disse que o relatório contém vários erros numéricos que você tem que bancar o ofendido e fechar a cara. Se os erros se confirmam, tem mais é que refazer o relatório até ele ficar perfeito.

A sugestão para aumentar sua inteligência emocional? Elevar a auto-estima, concentrando-se nos seus pontos fortes (no trabalho e na vida pessoal), e investindo na contínua manifestação deles. Analise também em que tipo de auto-imagem negativa criada no passado você ficou fixado. Se foi muito censurado por seus pais, por exemplo, pode achar que é incapaz de conseguir qualquer coisa sozinho. Se é o filho mais velho e, por isso, acumulou muitas responsabilidades desde criança, talvez continue achando que tem que carregar o escritório nas costas e exija isso de si mesmo (embora odeie esse papel).

Feita essa reflexão, esforce-se para substituir essas falsas crenças por outras positivas, com base nas suas vitórias (todo mundo já fez algo que deu certo). Quem sabe não é excelente negociador ou mais bem-humorado do que imaginava? Explore mais essas e outras qualidades e cresça emocionalmente com os resultados.

ALTA inteligência emocional - de 80 a 100 pontos

Você encara a sua carreira de forma positiva e madura, aprendendo com seus erros e seus acertos e com as situações do cotidiano. Por lidar bem com as próprias emoções, percebe mais facilmente o impacto que elas causam em si mesma e naqueles que a rodeiam. E isso é básico, por exemplo, para não cair num desânimo absoluto ou até em depressão porque não conseguiu que seu curso de inglês em Londres fosse aprovado pela diretoria ou porque seu chefe não tem lhe dado atenção. Ao contrário, sua inteligência emocional a faz entender que talvez não fosse a hora certa de se ausentar do escritório ou que seu chefe estava apenas preocupado com a situação financeira da empresa.

Resumindo, você tem o ótimo hábito de analisar os problemas sob prismas mais construtivos - e isso explica por que acaba influenciando beneficamente os outros. Suponha que seus colegas de mesa estejam descontentes com o salário: em vez de engrossar o coro das lamentações, sugere fazerem uma pesquisa nas firmas concorrentes e levarem até o gerente, adicionando uma proposta de bônus.

Outra qualidade sua: sabe discernir quando deve expor o que sente e quando o melhor a fazer é guardar para si. Ponderado, não é do tipo que fala sem pensar e se arrepende depois. Com tudo isso, tende a ser bem-sucedido em suas negociações profissionais e em suas relações em geral, é líder e firma-se como alguém com quem todos querem conviver.

 

Anunciantes